domingo, 19 de junho de 2011

Ah se eu pudesse!

O vendedor do Mundo está de folga.
(Adriano Mariussi Baumruck)

Morena
Te daria o Mundo
Se você quisesse;
Te daria o futuro
Se a mim coubesse
Ler nos teus olhos
Tanta desilusão.

Morena,
Te daria meu passado,
Esse trapo retalhado
Que foi o que sobrou;
Te daria meu destino,
Que criei desde menino
Como um frágil bibelô.

Morena,
Te daria meu rosto,
O meu gosto
E meu desgosto
E tudo que eu posso negar.
Eu te daria o meu olho retalhado,
O meu coração pisado
Pelo salto que você usou.
Eu te daria o meu peito retalhado,
Costurado sem cuidado
Pela saudade que me furou.

2 comentários:

  1. puxa! .. sem palavras..
    maravilhoso! mesmo triste..
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Que poder exerce essa morena. Belo poema!

    ResponderExcluir