quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Aos tristes.

Um pensamento triste.
(Adriano Mariussi Baumruck).

Um pensamento triste
Invade minha mente,
Escurece meus olhos
E verte meus desejos.

Um pensamento triste
Apaga meu dia,
Colocando a semente
Do que eu mais queria.

Um pensamento triste
Matou minha felicidade
E me fez crescer assim:
Embriagado.

8 comentários:

  1. ... Mas felizmente verte poesia.

    Abraço
    João

    ResponderExcluir
  2. Querido Adriano
    Você não imagina a alegria que me deu com sua visita, com seu comentário, com o link colocado aqui!
    Vim agradecer por tudo isso e encantei-me com seu espaço!
    Tanto que tornei-me seguidora e voltarei sempre.
    Também colocarei um link no Ad litteram.
    Grande abraço da
    Zélia

    ResponderExcluir
  3. e há momentos, meu camarada,
    que essa embriaguez triste
    ou essa tristeza embriagada
    revela-se a maior das dádivas
    ...

    forte abraço.

    ResponderExcluir
  4. Embriaguez triste, portanto, não?! Melhor seria um porre de felicidade: por isso faça logo com que esse pensamento triste gere mais e mais desejos! Abração e não demore mais tanto para aparecer rs!

    ResponderExcluir
  5. Adriano,

    Cá estou me deleitando pelas suas poesias!
    Arremessas palavras ao vento com encanto de quem conhece a poesia,

    Beijos,

    ResponderExcluir
  6. Adriano, vim retribuir a visita feita no meu espaço e agradecer a simpatia de ter colocado um link na sua página. Sinto-me muito honrada e voltarei sempre :)

    Beijinho

    ResponderExcluir
  7. não há felicidade
    alguém a assassinou!

    P.S.: Clockwork Orange, muito bem!

    ResponderExcluir
  8. Adriano, obrigada pela sua visita ao Roxo-violeta.
    Abração,

    ResponderExcluir