sábado, 14 de maio de 2011

Considerações sobre minha poesia.

Vicejar.
(Adriano Mariussi Baumruck)

Minha inspiração
É um vicejo estomacal
Regurgitando todo meu lirismo
Em formas disformes.

7 comentários:

  1. Muito BOM!

    Um "vicejar" que não enjoa!

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  2. Aí está o belo. De onde vem o poema, não importa. Ele é expelido pelas almas sonhadoras que gostam de se alimentar de letras.

    Gostei daqui!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. É isso! E poderia ser de outro jeito?
    Consciente e belo!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. To te seguindo...
    Segue aee =)

    www.4e20natural.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. a tua poesia tem o teu sengue, as tuas lágrimas e o teu suor marcados em cada letra que desenha
    Beijo
    Laura

    ResponderExcluir